Menu
Relacionamentos

RELAÇÕES ABUSIVAS

Hoje é completamente normal se ouvir dizer sobre relações abusivas, ou tóxicas como alguns colocam. De uns anos pra cá este foi um assunto que ganhou mais visibilidade e seriedade, e embora seja de certa forma um assunto “novo”, esse tipo de relação ocorre desde que o mundo é mundo. A maioria de nós provavelmente já viveu momentos ou relações abusiva, e hoje é mais fácil termos uma noção de quando e como acontece, mas mesmo assim ainda é muito difícil evitar. Quando nos relacionamos com alguém sem conhecer profundamente, não sabemos o que esperar, e também não esperamos coisas ruins, pois estamos naquela fase da paixão onde tudo é lindo e muito bom, e de fato a pessoa abusiva vai reforçar essa falsa realidade para que você acredite que não há defeito algum, mas com o tempo as coisas se transformam e a verdade vem vindo à tona da pior forma possível.


Relações abusivas se dão quando uma pessoa abusa de outra de forma física ou psicológica, pode ser entendido também como o uso incorreto e excessivo de poderes, sendo assim mesmo que não haja agressão, o abuso pode ter uma forma de violência sexual, financeira, etc. A parte mais difícil de passar por isso não é nem identificar, mas aceitar, pois não queremos acreditar que aquilo está acontecendo e de fato escolhemos fechar os olhos para tudo aquilo, pois é mais cômodo, afinal depois de toda a lavagem cerebral que a pessoa faz no início, seria impossível acreditar que ela te faria algum mal. Da simples à mais grave atitude que ela possa vir a ter, para a pessoa abusiva você sempre será o culpado daquilo ter acontecido, pois você o devia satisfações ou obediência e você falhou naquilo então merecia ser humilhado ou agredido, obviamente isso está completamente errado, pois ninguém deve interferir na liberdade de alguém não importa o vínculo que vocês tenham.


Você começa então a se ver infeliz com o seu relacionamento “perfeito” pois chega num ponto que não tem como negar que não está te fazendo bem, nessa altura do campeonato você provavelmente estará distante dos seus amigos que tentaram te avisar antes, mas foi obrigada a se afastar porque “eles não eram boas companhias pra você”, vai se ver sozinha e não vai saber como fazer para sair daquilo, na internet vai encontrar vários sites que o dizem “como identificar um relacionamento abusivo”, tá, mas como sair disso? Como não permitir mais que isso me aconteça? Bom, realmente é difícil dizer, em algumas relações as pessoas são proibidas de ter até a sua privacidade, infelizmente impossibilitando que tenha qualquer contato com outra pessoa ou até mesmo com informações que te ajudem, nesses casos é indicado que procure ajuda das autoridades embora na maioria das vezes não resolva, você pode pelo menos buscar um auxilio para contactar alguém da sua família ou amigos, para que possa ficar em um lugar seguro, depois busque apoio para entrar em contato com a pessoa para explicar que não quer mais que ela se aproxime e esteja sempre acompanhada, mesmo que ligue ou vá mandar mensagens, pois ela ainda pode fazer sua cabeça para te convencer a voltar, lembre-se que essa pessoa fez todo um mapeamento psicológico sobre você e vai saber te afetar ou convencer quando ela precisar, e por mais que não queira mais estar naquela relação ela ainda pode te convencer momentaneamente do contrário, seja se colocando de vítima ou te ameaçando. Caso você possa estar entrando em contato com alguém peça ajuda, por mais que seu relacionamento possa ter te afastado dos seus amigos eles estarão ali para te ajudar quando precisar, e não tenha receio ou vergonha de pedir, todos nós precisamos de ajuda em algum momento e tudo bem, nessas horas é super importante pedir ajuda, ter apoio de alguém pois ao sair de uma relação abusiva, estamos esgotadas, cansadas psicologicamente, e ainda suscetíveis a persuasão da outra pessoa, então é crucial estar acompanhada na hora de ter um contato, seja pra pegar as coisas de volta ou o que quer que seja que ainda tenham que resolver.


Não é impossível sair de uma relação abusiva, e você nunca deve se esquecer disso, a pessoa vai afirmar de todas as formas que você não viverá sem ela, ou que não encontrará alguém que goste de você como ela, e você vai realmente acreditar nisso a ponto de não conseguir se ver longe dela, mas isso não é verdade, você vai sim ser capaz de amar de novo e também ser amada, um término nunca é fácil pois realmente se tem uma abstinência daquela companhia, daquela presença, mas não se deixe levar pela carência inicial, não se permita ter recaídas, pois você voltará a um ciclo vicioso e quanto mais demorar para se desvincular disso, mais difícil será para sair, se for preciso lembre-se todos os dias das coisas ruins que passou, por mais que nunca se resuma só a isso, lembre-se do porque não voltar, converse consigo mesma, você não merece isso, se veja de fora, se aconselhe, cuide de você, seja sua própria amiga, leia sobre, vá atrás de informações que irão te ajudar a não se permitir passar por isso de novo. Quando sair dessa armadilha, quando se desprender das cordas, sentirá liberdade! Não se permita ser incomodada com carências, você sempre esteve ali e continua a mesma, se antes não foi diferente, não confunda saudades com esperança. Liberdade é o que você tem dentro de você, e precisa de espaço para alçar voo, a gaiola que te ofereceram jamais caberá sua vontade de viver.

Sem Comentários

    Responder